Cinema

A Babá [2017]

A Babá [2017]
Título original: The Babysitter
Ano: 2017
País: Estados Unidos
Duração: 85 min.
Gênero: Terror
Diretor: McG (Fim do Mundo, A Babá - Rainha da Morte)
Trilha Sonora: Douglas Pipes (Moonstalker - Um Demônio Está à Solta, A Casa Monstro, Contos do Dia das Bruxas)
Elenco: Judah Lewis, Samara Weaving, Robbie Amell, Hana Mae Lee, Bella Thorne, Andrew Bachelor, Emily Alyn Lind, Doug Haley, Leslie Bibb, Ken Marino, Samuel Gilbert, Zachary Alexander Rice, Doc Duhame, Jean Claude Leuyer
Avaliação: 8/10

Visto via Netflix em 13-DEZ-2022, Terça-feira

A Babá é um filme de terror facilmente subestimável. O material de divulgação e a roupagem moderninha não ajudam, assim como o nome de McG na cadeira de diretor. Mas olhem só, e não é que o filme agrada? Intrigante, inesperado e até certo ponto imprevisível, A Babá constrói muito bem e aproveita o suspense inicial com graciosidade e muito sangue. Garoto de 12 anos (Judah Lewis) ainda tem a companhia de uma babá sempre que os pais viajam juntos no fim de semana. Retraído, sem amigos e vítima de bullying constante de outros moleques, ele ao menos tem a sorte da tal babá (Samara Weaving) ser uma gata arrasa-quarteirão que o trata muito bem sempre que estão juntos. Numa dessas ocasiões, no entanto, o jovem decide ficar acordado até tarde para ver o que ela faz enquanto ele deveria dormir. Para sua surpresa, o que ele descobre é que a moça é a líder de um culto satânico que inclusive está prestes a obter o sangue de um "inocente" para finalizar a cerimônia maldita da noite. O maior mérito de A Babá é saber que não deve se levar a sério, o que abre espaço para uma história enxuta, divertida e movimentada que ainda por cima faz várias referências engraçadinhas a clássicos do passado. O elenco está todo bem, mas é a fantástica química entre Judah Lewis e Samara Weaving que garante a eficiência do filme.

Dado o sucesso de público e crítica, McG não tardou a entregar a sequência A Babá - Rainha da Morte, produzida três anos mais tarde.