Cinema

Duro de Matar - A Vingança

Duro de Matar - A Vingança
Título original: Die Hard with a Vengeance
Ano: 1995
País: Estados Unidos
Duração: 128 min.
Gênero: Ação
Diretor: John McTiernan (Thomas Crown - A Arte do Crime, O 13º Guerreiro, Rollerball [2002])
Trilha Sonora: Michael Kamen (Stonewall - A Luta pelo Direito de Amar, Mr. Holland - Adorável Professor)
Elenco: Bruce Willis, Jeremy Irons, Samuel L. Jackson, Graham Greene, Colleen Camp, Larry Bryggman, Anthony Peck, Nick Wyman, Sam Phillips, Kevin Chamberlin, Sharon Washington, Stephen Pearlman, Aldis Hodge
Avaliação: 6/10

Visto via Netflix em 24-FEV-2019, Domingo

As coisas não têm andado nada bem para John McClane (Bruce Willis) desde os eventos de Duro de Matar 2, já que ele se separou da esposa e foi afastado de sua posição na polícia por problemas de alcoolismo. Nada disso importa para o terrorista da vez (Jeremy Irons), que ameaça destruir muito mais do que mostra a explosão do início do filme se McClane não se submeter aos seus desejos e ordens nas ruas lotadas de gente de Nova York. Um comerciante do Harlem (Samuel L. Jackson) é praticamente forçado a se tornar seu parceiro no jogo de gato e rato que se desenrola enquanto o terrorista põe em ação seu plano maléfico, que pode ter muito mais em jogo do que uma simples vingança contra o policial semi-aposentado. Se por um lado o roteiro tenta trilhar um caminho imediatista cujo objetivo é dar pouco ou nenhum fôlego ao espectador, do outro somos presenteados com um roteiro que raramente faz sentido e que culmina num desfecho deveras insatisfatório no que diz respeito ao esperado confronto entre protagonista e antagonista. O nível de diversão acompanha a estrutura desconjuntada da história, que ganharia outra continuação em 2007 sob o título Duro de Matar 4.0.

Valid XHTML 1.0!Valid CSS!