Cinema

O Quinto Set

O Quinto Set
Título original: Cinquième set
Ano: 2020
País: França
Duração: 105 min.
Gênero: Drama
Diretor: Quentin Reynaud
Trilha Sonora: Delphine Malaussena (66 Questões da Lua, Cão Danado)
Elenco: Alex Lutz, Ana Girardot, Kristin Scott Thomas, Jürgen Briand, Tariq Bettahar, Quentin Reynaud, Damien Gouy, Victor Ouvrard, Yana´s Laurent, Leny Mitjana, Hervé Pauchon, Alexandre Blazy, Fabienne Galula, Carine Ribert, Thierry de Carbonnières
Avaliação: 7/10

Visto via Netflix em 25-MAR-2024, Segunda-feira

O Quinto Set tem alguns méritos interessantes como drama esportivo, a começar pela escolha do tênis como tema central. As dificuldades por que passam aqueles que buscam o alto nível nesse esporte são muito bem representadas na trajetória de um tenista profissional de 37 anos (Alex Lutz) que já foi tido como grande promessa francesa no início da carreira, porém caiu no ostracismo depois de uma dolorosa derrota na semi-final de Roland Garros. Disposto a retornar aos holofotes mais uma vez, ele decide entrar no qualificatório do torneio, contando com o encorajamento da esposa (Ana Girardot) porém sem qualquer expectativa de ir muito longe. Enquanto isso, dúvidas e dificuldades extra-quadra se acumulam, principalmente quando entra em cena sua mãe (Kristin Scott Thomas). O longa é muito valorizado visualmente por ter sido filmado numa das quadras reais de Roland Garros, além de contar com um trabalho fenomenal de edição do tênis propriamente dito. O antagonista, um jovem tenista em ascensão, é interpretado pelo tenista profissional Jürgen Briand, mas Alex Lutz consegue acompanhá-lo muito bem em matéria de técnica. Os pontos baixos de O Quinto Set ficam por conta de alguns bolsões narrativos e de pontas soltas como o fato da mão do protagonista sangrar sem parar e o desfecho, definitivamente o ponto mais controverso do filme.